Transexual fica inconsciente após agressão no Centro de Mogi, em SP

Vítima contou que foi golpeada e arrastada por agressor que dizia: “vai apanhar como homem, viado.”

Uma transexual de 33 anos foi agredida em Mogi das Cruzes e ficou com diversos hematomas. A vítima acredita que as agressões tenham sido provocadas por transfobia, já que ouviu palavras preconceituosas em relação à sua orientação sexual.

A agressão aconteceu no Largo Francisco Ribeiro Nogueira, no Centro, na noite da última segunda-feira. Porém, o caso só foi comunicado para a Polícia Civil nesta quinta-feira (9). Em seu depoimento ela detalha que lembra de ter ouvido do agressor: “vai apanhar como homem, viado.”

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi arrastada e golpeada no corpo todo até ficar desacordada e perder a memória. A transexual contou ainda que irá precisar passar por uma cirurgia no braço.

Ela contou para a polícia que entrou em um comércio instalado próximo das barraquinhas do largo com um amigo. Ao sair para fumar um cigarro, um homem lhe desferiu diversos golpes.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, a transexual foi arrastada pelo chão. A vítima disse também que não se recorda dos detalhes, nem se mais pessoas a agrediram, já que as agressões foram muito violentas.

As agressões foram tão intensas, segundo a vítima, que ela só foi recuperar a consciência quando estava sendo socorrida. O caso também foi registrado como roubo, já que foram levados o implante capilar e um relógio de pulso.

A polícia solicitou que a vítima fizesse o exame de corpo de delito. A vítima disse que seu advogado vai buscar imagens de câmeras de monitoramento que possam ter registrado a agressão para facilitar na identificação dos autores.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar