C&A abre mil vagas para travestis e transexuais em todo o Brasil

Em parceria com a Transempregos, rede de lojas pretende diversificar seu quadro de funcionários.

C&A abre mil vagas para pessoas trans em todo o Brasil. (Foto: Divulgação)
C&A abre mil vagas para pessoas trans em todo o Brasil. (Foto: Divulgação)
A rede de lojas C&A, em parceria com a Transempregos, está disponibilizando 1000 vagas de trabalho em todo o Brasil. A empresa procura promover a diversidade em suas lojas e está com vagas abertas também para pessoas trans. Segundo o anúncio das vagas, a empresa acredita na inovação e tendências democráticas da moda atual e por isso pretende diversificar seu quadro de funcionários.

A C&A é uma empresa multinacional holandesa que está no mercado mundial há mais de 175 anos. No Brasil, a marca já atua há mais de 40 anos onde a empresa conta com mais de 15 mil funcionários. As lojas espalhadas pelo Brasil já somam 270 unidades, e ainda a empresa conta com serviço de e-commerce que atende mundialmente.

Para concorrer às vagas da C&A é necessário atender a alguns requisitos. A empresa solicita que os candidatos tenham ensino médio completo. Além disso, a pessoa interessada deve ser dinâmica e pró-ativa, com interesse em estudar e se aperfeiçoar em cursos de moda. Se a candidata possuir experiência em atendimento ao cliente, será um diferencial. No entanto, a empresa não exige que a interessada tenha experiência.

Outras solicitações para preencher as vagas são iniciativa, protagonismo, isto é, que tenha habilidade na resolução de problemas. Além disso, é necessário que a candidata saiba compreender. Ouvir e aprender sempre mais com os problemas ou resoluções no ambiente de trabalho é essencial. A empresa busca ainda pessoas que tenham vontade de trabalhar e crescer, corrigindo erros e se aperfeiçoando para realizar as tarefas cada vez melhor.

Para se candidatar, basta acessar o site Vagas ou se candidatar pessoalmente em alguma loja da C&A diretamente no setor de Operação de Loja. As oportunidades estão disponíveis em todo o país.

Transempregos

A Transempregos é uma organização que cria parceria com empresas para facilitar o acesso de pessoas trans ao trabalho. Desde o início de suas atividades, muitas pessoas já conseguiram postos de trabalho formais. Com o grande preconceito que ainda está nas instituições, a população trans encontra grandes dificuldades para conseguir um emprego.

Tags

Artigos relacionados

33 comentários

    1. Sim, porém há pessoas que sofrem e outras que não sofrem preconceitos. Como no caso dos transsexuais, que devido a mudança de gênero muitas vezes não conseguem emprego, entre outras coisas.

    2. Somos todos iguais! Porém, as oportunidades são desiguais. Por isso que esse tipo de iniciativa é tão importante.
      Antes de sair falando besteira, te informa mais sobre as dificuldades na vida de um(a) trans.

    3. tava pensando o mesmo… tem uma porrada de gente caçando emprego a meses e até anos, ai vem uma empresa desse porte e diz que as vagas são apenas pra quem tem determinada opção sexual? Sério isso? Cade a igualdade? Uma coisa é não ter preconceito com a opção sexual/gênero na hora da contratação, agora dizer que são vagas exclusivas para determinado grupo é absurdo. A qualificação do profissional que vá pras cucuias, certo? O importante é saber cor/gênero/origem… pro inferno com isso, na boa. Se o homossexual é capacitado, ele merece a vaga, se não é, não merece. Simples assim.

      1. Não deixe seu preconceito te cegar ou pior, fazer com que você enxergue o que não existe: em lugar nenhuma na matéria diz que são vagas exclusivas para trans, pelo contrário, diz que vão “diversificar o quadro de funcionários”, ou seja, vão INCLUIR pessoas trans.

      2. Você é muito burro! Que planeta vc vive onde travestis tem acesso a trabalho de igual para igual? Abrir uma porcentagem para minorias se chama inclusão! Mas claro, só percebe quem precisa!

      3. Calma, querida! Tem os requisitos logo acima, não basta ser trans, tem que ser bom no trabalho! Sua opção sexual não faz com que vc não consiga emprego (suponho que sejas hétero), no caso delxs, sim!

      4. A empresa PRIVADA, abre vaga para o público que assim ela desejar…
        Comunidade LGBT não possui igualdade na competitividade no mercado de trabalho (e muitos outros setores), se fosse como a sua cabecinha pensa. Então não haveria sentido na decisão da empresa C&A.
        Cuidado com o teu discurso, pode estar camuflando o seu preconceito.
        Cada um dá o que tem!
        Ame ao próximo como a ti mesmo.
        Fique bem!

      5. Qundo o mercado nega emprego a um grupo de pessoas simplesmente por elas serem quem são, essas pessoas são excluídas do sistema. Saiba que esse pré requisito é apenas um filtro para inserir essas pessoas em carreiras dignas. E tenha consciência que ainda existe um processo de contratação por qualificação.

      6. Se todas as empresas realmente tivesse o respeitos por todos igualmente, realmente isso não seria preciso, porém diante da realidade eu parabenizo a iniciativa!!!

    4. Para de passar vergonha assim tão gratuitamente …… Saia da sua bolha e se coloque no lugar das pessoas que por algum motivo sofrem preconceito no dia a dia ok?! Leia sobre empatia.

    5. Não é palhaçada não, deveríamos ser tratados todos iguais , mas infelizmente a comunidade LGBT sofre muito preconceito na hora de arranjar um emprego. Parabéns C&A.

    6. Amado , somos todos iguais porém somente sendo travesti, trans, mulher, negro, judeu, nordestino, pobre, gay, lésbica, etc, etc, e etc…pra cair na real que esse premissa é uma grande mentira. E vai ter TRAVESTI E TRANS NA C&A SIM E QUE NÃO GOSTAR OU SENTI INCOMODADO VÁ COMPRAR EM OUTRA LOJA TÃO SOMENTE. THAT’S ALL !!!!

  1. vc ve travesti Trabalhando em Loja ?
    creio que nao ne Pois eu sou Uma travesti casada e com cursos fiz varias entrevistas de emprego passo nas entrevista quando sabem que sou travesti simplismente aquele emprego que estava garantido se acaba

    1. Pois é. Eu também sou trans, trilíngue (francês e inglês), nunca me deram retorno de nenhuma entrevista que eu fiz. Não é exagero. Literalmente NUNCA me deram nenhum retorno, nem uma única vez. Eu tava até comentando com um amigo outro dia que talvez fosse melhor partir pra prostituição mesmo, eu preciso urgentemente de dinheiro.

    2. Pois é! Também sou trans. Fiz varios cursos, tenho um CV excelente, herdado de quando ainda não havia feito a transição.
      Fiz diversas entrevistas e vi muitos, menos.qualificados que mim, assumindo vagas que com certeza eu poderia assumir.
      Consegui um emprego quinta passada e começo segunda, no Instituto Embelleze, no setor comercial, lidanfo com o público.
      É importante divulgar isso , pois a Embelleze e uma empresa que também inclui e não discrimina,
      Parabéns Instituto Embelleze!

  2. De acordo com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA) a expectativa de vida de uma pessoa trans no Brasil é de 35 anos de idade em decorrência de diversos motivos, tais como: evasão escolar, falta de inclusão no mercado formal de trabalho, violência nas ruas, dentre outros.
    Parabéns por lutarem contra a exclusão dessas pessoas, por suas vidas e entenderem o que passa as minorias sexuais e de gênero no Brasil.
    AS VIDAS DAS PESSOAS TRANS INPORTAM!
    Mais amor. Menos ódio! <3

  3. Parabéns a C&A pela iniciativa e por garantir oportunidade de trabalho a transexuais , tendo em vista a hipocrisia de uma sociedade que ladra aos quatro cantos que somos todos iguais mas não aceitam a orientação sexual das pessoas nem tão pouco se preocupam em dar oportunidade de trabalho e sustento as minorias por puro preconceito..

  4. Bom nuncaa tive oportunidade de trabalhar em uma rede de lojas .queria uma oportunidade de poder mostrar meu trabalho .mais ja trabalhei como vendedor ambulante em serviços gerais tenho horario disponivel e dia

  5. Não somos todos iguais. É exatamente por isso que devemos valorizar a diversidade e combater o preconceito. Espero quero todas as minhas amigas trans e travestis possam conseguir excelentes oportunidades de carreira e que mais empresas como essa possam adotar esta iniciativa. Sei como é difícil essa luta. Parabéns C&A.

  6. Engraçado, por alguns comentários você já percebe a necessidade de atitudes como esta. Combater o preconceito é uma árdua luta e que talvez nem tenha fim, mas que vale a pena. As pessoas tem que, pelo menos, aprender a respeitar a ORIENTAÇÃO sexual das pessoas. Vamos parar de chamar de opção, escolha. Isso não existe. E ninguém é menos bonito, menos inteligente, menos capaz, por isto. Não sei nem dizer porque inventaram essa palavra “DIFERENTE”. E viva a diversidade!

  7. Parabéns à C&A. Ultimamente comprei na Renner e na Riachuelo, mais pela comodidade de passar em frente, mas são iniciativas como essas que me fazem andar um pouco mais para fazer compras numa empresa socialmente responsavel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar