Candidatos homofóbicos do Bolsonaro destroem placa em homenagem a Marielle

No domingo, um dos candidatos do PSL publicou um vídeo em uma rede social mostrando o momento em que teria arrancado a placa.

Rodrigo Amorim e Daniel Silveira, candidatos do Rio de Janeiro pelo PSL. (Foto: Reprodução/Twitter)
Rodrigo Amorim e Daniel Silveira, candidatos do Rio de Janeiro pelo PSL. (Foto: Reprodução/Twitter)
O candidato Guilherme Boulos divulgou nesta quarta-feira (3), nas redes sociais, uma foto onde dois homens com, camisetas estampando o rosto de Jair Bolsonaro, quebram uma placa em homenagem a vereadora Marielle Franco também do PSOL. Ela e o motorista Anderson Gomes foram assassinados, há quase sete meses, no Estácio, bairro da Região Central do Rio de Janeiro.

Os homens que aparecem na foto e publicaram um vídeo, no último domingo (30) são Rodrigo Amorim, candidato ao cargo de Deputado Estadual do Rio de Janeiro pelo PSL e Daniel Silveira, candidato ao cargo de Deputado Federal do Rio de Janeiro pelo PSL. No vídeo, divulgado no Facebook, eles mostram o momento em que teriam arrancado a placa para “restaurar o patrimônio”. No final, eles falaram “Marechal Floriano, presente!”.

A expressão usada é uma referência a “Marielle, presente”, que engrossou diversas manifestações que tiveram objetivos de encontrar os acusados pelo assassinato. No dia 14 de outubro farão sete meses da morte da vereadora.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar