Na Rússia, ativistas formam bandeira do arco-íris com camisas das seleções

Grupo faz parte de uma organização chamada The Hidden Flag - a bandeira escondida

Torcedores usam camisas de seus países para protestar a favor dos direitos LGBT na Rússia (Foto: Divulgação/Thehiddenflag.org)
Torcedores usam camisas de seus países para protestar a favor dos direitos LGBT na Rússia (Foto: Divulgação/Thehiddenflag.org)

Na Rússia ser uma pessoa LGBT é crime. No país, pessoas que exibem uma bandeiras do arco-íris podem até ser levadas para a cadeia, já que o objeto e outros símbolos da luta pela igualdade de direitos também são proibidos. Por isso, um grupo de ativistas resolveu inovar na maneira de protestar.

Usando as camisas das seleções dos seus países: Espanha, Holanda, Brasil, México, Argentina e Colômbia. Os seis idealizadores caminham unidos, na ordem correta, formando um arco-íris. Isso tudo em plena luz do dia e em frente as autoridades do país.

Autoridades essas que inclusive prenderam um ativista britânico na Praça Vermelha, no centro de Moscou, por protestar contra os abusos sofridos por pessoas LGBT na Rússia. O grupo faz parte de uma organização chamada The Hidden Flag – a bandeira escondida.

No vídeo de divulgação da ação, os ativistas falam sobre as leis do país regido por Putin, onde qualquer demonstração de afeto em locais públicos também é considerado crime.

Elói Júnior é o representante brasileiro do projeto. No site, o publicitário que veste uma camisa com o nome de Neymar nas costas se apresenta. “Meu namorado disse: ‘você tá maluco? É muito perigoso’. E eu disse ‘o risco não me importa, é um projeto que quero muito participar'”.

“De cara é o projeto mais emocionante que participei na minha vida. Venho de uma família conservadora e de uma cidade muito pequena, então não foi fácil pra mim e pra minha irmã, que é lésbica. Por isso fiquei tão animado de formar o nosso arco-íris de forma tão inesperada. Espero que toque o coração de muita gente. É um chamado de amor”, conclui.

Torcedores usam camisas de seus países para protestar a favor dos direitos LGBT na Rússia (Foto: Divulgação/Thehiddenflag.org)
Torcedores usam camisas de seus países para protestar a favor dos direitos LGBT na Rússia (Foto: Divulgação/Thehiddenflag.org)
Tags

Artigos relacionados

1 comentário

  1. Três Coisas: 1º A Holanda não se classificou pra copa, Aí na foto temos 8 títulos – Brasil com 5 e, 3º, eles esqueceram do Uruguay, la Celeste Olímpica tem o mesmo tom da Argentina (A Venezuela podia entrar no Lugar da Colômbia?)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close