Drag queens estrelam 1ª série animada brasileira da Netflix

"Super Drags" terá uma pegada de "As Meninas Superpoderosas" voltado ao público adulto.

As três protagonistas de "Super Drags", primeira série animada brasileira da Netflix. (Foto: Imagem: Reprodução)
As três protagonistas de “Super Drags”, primeira série animada brasileira da Netflix. (Foto: Imagem: Reprodução)
A Netflix divulgou na quinta-feira (31) um teaser de uma animação estrelada por drag queens. No anúncio, a gigante do streaming brincou com um meme brasileiro geralmente relacionado à cantora Pabllo Vittar: “Agora a Netflix foi longe demais”.

Com ares de “As Meninas Superpoderosas”, o teaser de 27 segundos mostra três drags queens se preparando para “uma batalha épica”. A série é a primeira animação original brasileira da plataforma e terá cinco episódios, com previsão de estreia para o segundo semestre.

“De dia, eles trabalham numa loja de departamento e têm que aguentar o chefe escroto. De noite, eles aquendam a neca e se transformam nas SUPER DRAGS, prontas para salvar o mundo da maldade e da caretice, enfrentando um vilão desaplaudido a cada episódio. Prepare-se, essas SUPER DRAGS vão longe demais”, diz a sinopse do desenho voltado ao público adulto.

Os personagens principais são Patrick, Donny e Ramon, que à noite se transformam em Lemon Chiffon, Safira Cian e Scarlet Carmesim. Assinam a criação Anderson Mahanski, Fernando Mendonça e Paulo Lescaut, do Combo Estúdios. Recrutadas pela comunidade LGBTQ, a missão das três drags é espalhar purpurina pelo mundo. “Estamos muito felizes por começar essa parceria com a Netflix. Quando Nostradamus disse que o mundo seria salvo por super heroínas drag queens, ninguém acreditou, só a gente. E trabalhar com animação no Brasil é muito difícil. Foram quase três anos nos alimentando de macarrão instantâneo e esperança. Graças à Netflix podemos levar a animação brasileira e principalmente a representatividade LGBTQ para os 190 países que têm acesso ao serviço. E também já podemos almoçar em um restaurante à quilo. E sonhar com um mundo onde os gays podem arrebentar os bandidos, e não o contrário. Obrigado, Netflix, por nos fazer acreditar. Aguardamos a próxima temporada para um restaurante à la carte”, declarou Marcelo Pereira, produtor executivo de “Super Drags”, em comunicado oficial.

“Estamos entusiasmados que a nossa primeira animação brasileira vai apresentar aos nossos espectadores o mundo ousado, escandaloso e fabuloso de Super Drags! A Netflix tem a sorte de investir em grandes talentos de animação do Brasil, trazendo a traço vibrante da Combo e o humor ácido de nossos produtores para as belas e as telas de todos os cantos”, completou Chris Sanagustin, diretora de conteúdo original internacional da Netflix.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close