Multishow corta piada com cunho homofóbico de “Chapolin”

Canal pago diz que vai continuar readequando a série para evitar preconceitos.

Cena de episódio "O Descobrimento da Tribo Perdida". (Foto: Reprodução/Multishow)
Cena de episódio “O Descobrimento da Tribo Perdida”. (Foto: Reprodução/Multishow)
Há uma semana exibindo “Chaves” e “Chapolin”, o Multishow tem readequado as séries dos anos 70 para os dias atuais, principalmente nas piadas de tom preconceituoso do programa mexicano. Uma fala de Chapolin no terceiro episódio, por exemplo, foi alterada porque tinha cunho homofóbico.

Na história, chamada “O Descobrimento da Tribo Perdida” e gravada em 1973, a personagem interpretada por Maria Antonieta de las Nieves se irrita com o herói e sentencia: “Era melhor ter chamado o Batman no lugar do Chapolin Colorado!”. Ele se revolta e diz: “Em primeiro lugar, Batman não está porque saiu em lua de mel com Robin”.

O Multishow trocou a piada homofóbica para “Batman não pôde vir porque furou o pneu do Batmóvel”. A troca, quase imperceptível para o público geral, foi percebida e reprovada por alguns fãs da série.

Multishow reprova piada homofóbica
A diretora de programação e conteúdo digital, Tatiana Costa, diz que o Multishow vai continuar readequando a série para evitar preconceitos: “Estamos aqui para ouvir, discutir juntos e ajustar. Somos fãs também e sabemos que ainda teremos muitas batalhas pela frente”.

Segundo a diretora, o Multishow entendeu que a piada era homofóbica e decidiu suavizá-la porque não cabe nos dias atuais, em que se combate o preconceito contra pessoas LGBT, nem no canal pago, que tem a drag Pabllo Vittar entre suas estrelas.

“Existe, por trás, obviamente, um cunho homofóbico, uma coisa mais machista. Entendemos que era uma piada preconceituosa. Lá atrás, nos anos 70 e 80, era considerada normal, mas felizmente hoje não é mais aceitável. Você não diria isso para o seu filho, estamos em um outro momento da vida. Tentamos suavizar isso”, explica Tatiana Costa.

“Não foi fácil essa decisão. Temos um poder muito grande nas mãos. É um canal democrático, que tem a Pabllo Vittar no ar com um programa incrível que tem um propósito de combater tudo isso. Mas, ao mesmo tempo, entendemos que os fãs reagiram e vamos acertar e errar, mas sempre com a tentativa de fazer o melhor”, complementa a diretora.

O Multishow comprou da rede mexicana Televisa 523 episódios de “Chaves” e “Chapolin”, incluindo mais de 100 histórias inéditas na TV. “O Descobrimento da Tribo Perdida” está nesta lista e foi dublado neste anos nos estúdios Som de Vera Cruz, no Rio de Janeiro, e Unidub, em São Paulo.

O episódio já tinha sido lançado em DVD e dublado pelo Studio Gabia, em São Paulo, em 2005. Nesta ocasião, porém, a piada de tom homofóbico foi mantida.

A história foi regravada por Roberto Gómez Bolaños (criador de “Chaves” e “Chapolin”) em 1976. O SBT dublou em 1990, na Maga, mas engavetou o episódio e o exibiu somente a partir de 2008, com a piada do Batman em lua de mel com Robin. O remake também deve ir ao ar no Multishow.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close